Como cobrir tatuagem antiga? Conheça a técnica cover-up

Ninguém espera ter que cobrir uma tatuagem, mas às vezes acontece. Seja por que o resultado não ficou bom ou por que aquele desenho não agrada mais a pessoa, a técnica cover-up é uma das melhores opções para tirar da pele uma antiga tatuagem que está incomodando.

Essa técnica cover-up consiste em fazer uma tatuagem em cima da outra, fazendo com que a antiga “desapareça”. Ela é mais barata, mais prática e menos dolorosa do que a técnica de remoção a laser, e isso faz com que seja a opção da maioria das pessoas que se arrepende do primeiro desenho.

Se você quer aprender mais sobre essa técnica para cobrir tatuagens, veja todas as dicas a seguir!

Quais são as principais dificuldades da técnica cover-up?

Fazer uma tatuagem já não é algo fácil. É preciso estudar, conhecer diversas técnicas e trabalhar muito para ganhar experiência — e não pode ter erro, já que não é possível apagar ou corrigir durante o processo.

Cobrir tatuagens é ainda mais difícil! Essa técnica exige que o tatuador seja extremamente experiente e que estude bastante. Não dá para assumir essa responsabilidade no início de carreira.

Não adianta apenas saber tatuar, é preciso saber cobrir tatuagens! Para isso, há cursos específicos, técnicas diferenciadas e muito conhecimento envolvido. O profissional precisa identificar se é possível cobrir o desenho atual, se o novo desenho ficará bom, se as cores escolhidas vão funcionar e muitos outros detalhes.

Que tipo de desenho é possível cobrir?

Há várias técnicas que fazem com que seja possível cobrir qualquer tipo de desenho, mas tudo vai depender do que virá por cima. Os desenhos podem se complementar ou o novo pode apagar completamente o antigo.

É preciso escolher o novo desenho com cuidado, e o ideal é que esse trabalho seja feito em conjunto. É imprescindível que o tatuador dê seus “palpites”, que devem ser certeiros.

Ao contrário do que muita gente pensa, não é preciso fazer um desenho muito maior do que o já existente. Se o cliente quiser que a tatuagem mantenha o mesmo tamanho, é trabalho do tatuador planejar para que uma encaixe sobre a outra perfeitamente.

Qual é a cor ideal para cobrir uma tatuagem?

Não há uma cor ideal para cobrir uma tatuagem, e teoricamente qualquer uma pode ser coberta ou usada para cobrir, mas existem algumas limitações. Cores claras dificilmente conseguirão cobrir cores escuras. O preto, por exemplo, geralmente só consegue ser coberto com preto ou outros tons semelhantes.

Além disso, as cores podem acabar se misturando e o resultado final pode não ser exatamente igual ao esperado. Por isso é importante estudar bastante e entender todas as possibilidades que podem acontecer.

Como é o processo de cicatrização?

A cicatrização varia muito de pele para pele, além de depender do local onde a tatuagem foi feita, o tamanho e outros fatores. O que é certo é que, no processo de cover-up, a cicatrização é um pouco mais delicada do que quando se faz uma tattoo normal e exige um pouco mais de cuidado, além de um tempo maior para recuperação.

Tatuagens antigas são mais fáceis de cobrir?

Sim, essa é uma verdade! É mais fácil cobrir tatuagens antigas por dois motivos: o primeiro é que há algum tempo os pigmentos usados não eram tão avançados quanto os atuais, que são feitos para durar muito mais e têm melhor qualidade.

As técnicas também eram diferentes, sem falar que com o passar dos anos é comum que as tatuagens acabem desbotando um pouco, ficando mais claras. Esse conjunto de fatores faz com que seja mais fácil cobri-las.

Agora que você já sabe um pouco mais sobre como é cobrir uma tatuagem, curta nossa página no Facebook e fique por dentro de outros conteúdos como este!

banner-ebook-2
Recent Posts