Como elaborar o planejamento financeiro do seu estúdio de tatuagem

Estúdios de tatuagem estão em alta. Apesar da crise econômica, muita gente procura os tatuadores para produzir alguma arte em seus corpos. Logo, os administradores dos estúdios devem ter em mente que o planejamento financeiro é muito importante para não sentir os efeitos da crise e fazer o estúdio crescer cada vez mais. Confira agora algumas dicas fundamentais para fazer este planejamento da melhor maneira possível!

Não deixe para depois

Esqueça essa história de que é preciso esperar o final do ano para começar o planejamento do ano seguinte. Quanto antes esse plano for desenvolvido, mais organizado o estúdio ficará para o próximo ano. Aproveite momentos de calmaria para iniciar o planejamento.

Elabore o orçamento anual

A primeira coisa que você deve fazer é elaborar um orçamento anual para a empresa. Para que isso seja bem executado, analise seus gastos anteriores, faça algumas contas de quanto o estúdio gasta com material, serviços externos, salários, aluguel e todas as outras despesas fixas que já estão no seu radar.

Feito isso, trace uma margem de gasto para despesas eventuais e também faça uma prospecção dos seus lucros. Lembre-se de ser modesto neste momento, afinal, além do desaquecimento da economia local, é preciso ser modesto na projeção de lucros. Este é o único momento que você deve ser “pessimista”, nada de elaborar lucros mirabolantes, pois isso pode ser um tiro no pé de seu planejamento financeiro.

Registre tudo

Fazer o registro de todas as movimentações econômicas é passo fundamental para não perder o controle financeiro. Não deixe de documentar as entradas e saídas, até mesmo aqueles gastos mais informais como o dinheiro para um lanche dos funcionários ou alguma compra de emergência. Pode parecer uma tarefa cansativa, e de fato é, mas o resultado no final do ano é um histórico completo de todas as movimentações que envolvem o estúdio.

Separe as finanças pessoais e da empresa

Mesmo que você seja o proprietário do estúdio e tenha liberdade para operar o caixa, lembre-se que misturar as finanças é um pecado mortal. Se todo o seu dinheiro pessoal é proveniente do estúdio, a melhor forma de não gastar mais do que deve é estipulando um salário para si, deixando bem claro quais são seus limites orçamentários.

Caso você se encontre em uma situação de emergência que requer o uso do dinheiro do caixa, faça a reposição o mais rápido possível. Evite ao máximo essa mistura, pois ela é um prato cheio para a perda do controle orçamentário.

Tenha cuidado com o superficial

Em tempos mais difíceis a dica mais óbvia — mas uma das mais eficientes — é cortar os gastos supérfluos. Analise a movimentação financeira do estúdio e veja onde é possível economizar. Cada pequena economia resulta em mais dinheiro no caixa e mais tranquilidade financeira para seu negócio.

Essas são algumas dicas para fazer o planejamento financeiro do seu estúdio de tatuagem e manter as finanças sempre no azul. Conhece mais alguma boa estratégia para ajudar nesses momentos em que o controle financeiro é muito necessário? Então compartilhe suas experiências nos comentários!

banner-ebook-2
Recent Posts
  • Gabriel Passos

    Muito bom! Sobre contratar funcionários quais são as leis bom caso do meu e como decidir o salário de um tatuador contratado para trabalhos comerciais?